quinta-feira, 21 de abril de 2016

Sabrina II



Se Borges tivesse enviadado um pouco, teria nos contado do porque, o barco Sabrina II tinha esse nome. Talvez ele nos dissesse que Sabrina era uma espécie de santa, pura. Sua pureza foi conquistada ao longo de mais de cem metros de pica que levou no cu. Quando garoto, tinha uns treze anos, sua aldeia já começava a julga-lo como um “daqueles”. Logo expulso dos seus partiu ao porto, onde foi encontrado sorvendo liquido seminal. Condenado ao trabalho forçado foi parar no porão de um navio. Seu anus cotidianamente aliviava a tensão dos homens. Ao chegar ao destino o lançaram ao mar, pra que com ele afundasse a lembrança das ações antinaturais que tiveram. Porem batizaram a nau com o nome de Sabrina (um marinheiro quando lhe metia chama por Sabrina, Sabrina meu amor....Sabrina...) em homenagem. Maus tempos e ventos fortes afundam o navio em alto mar. Passado o vendaval, os sobreviventes encontram uma outra embarcação, nova, inteira, segura os esperando. Era presente de Sabrina lá do céu. Essa historia só Borges poderia contar. 




img:http://ultradownloads.com.br/busca/navio-em-mar-tombando-para-cima-em-desenho/2,,,,,11,2,.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.