sábado, 25 de agosto de 2012

notas avulsas sobre a Dama de Ferro





1 - Estou orgulhosamente fora das novidades, então um ano depois me sento pra assistir a dama de ferro, filme que deu a Marly Streep o oscar de 2011.
2  - Oh! Não Hollywood ainda entrando na cabeça e nas alucinações dos personagens, Já vejo que Margareth terá de batalhar com fantasmas, do passado e com o do marido.
3  - A fotografia didaticamente modifica-se de acordo com o tempo: presente, azul; passado, amarelo. Também poderíamos chamar isso de cliche, mas como até aqui Maryl Streep Já me emocionou embarquei no filme.
4  - Como o amor é lindo, até mesmo pra casais conservadores.  Ela pontuo muito bem que não quer ser uma mulher “Amelia”, isso deve ser importante para o filme.
5  - Essa atriz é uma bruxa, ou fada, como poder ser tão boa assim? Não há um gesto qualquer que não traga á tela a imagem de Margareth!
6 - As lições politicas que a Dama passa são excelentes e validas pra nosso pais, mesmo quanto ela representa um pensamento conservador e autoritário, suas escolhas e opiniões demonstram um enorme talento politico. Ela definitivamente preferia estar de acordo com os princípios que ser louvada pelo povo.
7 - Meu Deus! essa conclusão de que hoje as pessoas só sentem e não pensam é uma facada na consciência atual. Muito, mas muita acertada. Margareth é de uma geração que primeiro fazia para depois se sentir. A nossa é o contrario, interessante o diretor ter dado destaque a isso pois poderia soar marxista “ o homem está de ponta cabeça”. Porem psicologismos ainda que fúteis não desapareceram por completo, qual a saída?
7.7b  volto a mesma questão porque agora percebo o a Dama teve seu momento “sentir” quando tem de desfazer-se das roupas do marido, acho que o diretor está propondo um meio termo entre o sentimentalismo & psicologismo e a coragem cega daquele que age. Pelo jeito esse é o mote do filme.
8-  Será que os argentinos gostaram do filme? O clímax na hora da vitória sobre eles pegou meio mal, porque não enfatizaram a questão econômica ao invés da guerra? E porque deixaram a questão terrorismo sem uma resposta histórica. ( a não ser que o dialogo na mesa de jantar, onde a dama parecer estar ausente) significa um “ rejeitamos essa questão por completo, de tanto que ela nos fere?  Alias ela diz mesmo que os terroristas hão de cair no esquecimento.
9- esse azul enjoa.
1-   Lindo filme, linda atuação dessa Bruxa/fada Streep.
1-    Me falta conhecimento histórico pra analisar a Historia (com maiúscula) do filme, mas, acho que como qualquer outra biografia o personagem é inventado de acordo com o ponto de visto de quem biografa.


                                                  *


A jogadora


A menina corre para o centro do gramado.
Todos sorriem, ela corre para aquecer.
Está pronta para o jogo.
O arbitro lança a moeda para o alto.
Ela pega o moeda.
Comentarista: veja que não foi a moeda que caiu e sim ela que cresceu!
Ela avança, avança no time adversário, 
Passa por um, por dois é três e..
Caiu!!
Comentarista: uma hora tinha que cair não?
Mas ela está levantando, pronta para o ataque de novo e..
Cai outra vez
Comentarista: caiu no quarto heim!
Está deitada no chão e com um sorriso meio maroto na boca..
Comentarista: está fingindo com certeza, essa malandra.
Ela levanta-se avança novamente e chega firme num adversário e epa! Que drible do adversário! Ela despenca no gramado outra vez.
Comentarista: e agora feriu de verdade!
Os colegas de time chegam. Dão uma força, ponham-na de pé, e a fazem seguir em frente.
Comentarista: muito bem, pra isso que serve a equipe!
Ela recupera-se, avança, ganha espaço, joga com um adversário, joga bem, e marca!!!
É gooool!!!
O time aplaude.
Ela continua no jogo e veja lá: carrega um novo jogador na barriga!
Ela o ensina a jogar.
Ela fica na retaguarda, ensinando, servindo ao time...é a parte forte da equipe! Não é?
Comentarista: com certeza, ela é o segredo da resistência do time!
E....acho que...será?
Comentarista: sim isso mesmo...
O treinador a chama pra sair de campo,
Comentarista: ela merece descanso.
E é aplaudida pelo estádio inteiro.
Comentarista: haja coração!




                               *



Busca de dons.


Pra vencer o medo;
Pra fugir da dor;
Pra chorar em segredo
aos pés do criador.

E os olhos se turvam;
O coração se amplia;
Os joelhos se curvam;
A mente esvazia.

Orar por paz;
Rezar pelo irmão;
Pedir...ou apenas:
Sentar no chão

Menino ou homem feito:
Que traz divina centelha,
brilhando no peito:

Que nunca pare de brilhar
as paredes de teu coração,
teu intimo altar.


                                        *


Os caras começaram, oh! Cara não tem um negocio aí pra nós? O cara se fazendo de besta falou o que? Os caras, que não se intimidam com a preguiça alheia, um rango!. Dai o cara na condição de dono da casa foi, slep slep slap arrastando as chinelas até a geladeira e gritou que lá tem frango. Os caras se animaram opa! Um franguinho, nada mal, manda o galeto aí pra nós. O cara ficou lá arrumando o alimento até que do mais intimo de si saiu um grito o bicho tá vivo. Os caras saíram da frente da tv e juntaram-se ao cara que ofegante explicou que o bicho estava vivo e se mexeu. Os cara ficaram vendo aquele frango meio rosa e branco deitado desconfortavelmente na tigela e procuravam alguma espécie de vida nela. Como não encontraram nada concluíram que o cara havia matado o bicho meu Deus! você matou o bicho, você matou um ser vivo alguém que tinha o sopro da vida, que tinha dor e quiçá família... O cara ficou meio sem jeito, mas tentou arrumar vamos comer então. Só de pensar o estomago dos caras embrulhou se você acha que vamos ocultar o cadáver você se enganou cara. Os caras resolveram fazer um enterro decente pro animal ex-vivo no jardim. O cara chorou um pouco quando um dos cara citou um trecho da bíblia.


                               *

Ao Cão que me morde a canela!
Vai, passa! Passa! Vai trabalhar
Vai ser útil, seguir a parelha
Sai! (seu latir atrapalha meu sonhar.)
Aos Sarnentos reacionários:
Pestilento profanador do céu,
Senhor de bem ou bento missionário.
Tua moral é cu querendo caralho.
sE tudo que você me diz é bíblico:
Pois a bíblia é como conselhos 
De um amoroso pai
Entra por um ouvido
E pelo mesmo sai.