sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Bens...

Na terra sem males:
onde putas não cobram por seus carinhos.
Bebida não mata. Droga não vicia.
Toca rock.

Sob lua clara eu vi:
um Tupi invadir as terras dos
valentes Timbiras e
ter o corpo todo beijando.
Pelo chefe.

Guerras? Nem a palavra.
Não chove, tem brisa, tem areia fina aos pés.
Nessa Passargadá eu sinto:
O cheiro de mato, o gosto da agua cristalina e

Saudades suas, dai
Tudo fica cinza e ocre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.